Dinâmica demográfica por nível de renda

  • Ana Amélia Camarano IPEA
  • Kaizô Beltrão ENCE/IBGE e IPEA

Resumo

Dinâmica demográfica por nível de renda. O artigo estuda a redução da fecundidade e da mortalidade observada no período 1960-80 por nível de renda familiar monetária. Dado que o comportamento destas variáveis foi diferenciado entre os vários subgrupos populacionais, um segundo objetivo do trabalho é a mensuração do impacto provocado por este comportamento diferenciado no ritmo de crescimento populacional e na distribuição etária destes segmentos populacionais. Observou-se que a população brasileira vem apresentando transformações significativas em sua dinâmica, transformações estas que vêm ocorrendo diferencialmente por níveis de renda. Os diferenciais nos níveis de mortalidade apresentaram-se mais significativos que aqueles nos níveis de fecundidade. A tendência apresentada é de uma redução destes últimos diferenciais. Este comportamento está acarretando grandes mudanças no perfil das demandas por políticas públicas, tanto quantitativas como qualitativas, também diferenciadas por subgrupos populacionais. Por exemplo, embora o contingente populacional mais jovem venha crescendo a taxas menores do que à do restante da população, isto não aconteceu para os grupos de renda mais baixos. Em contrapartida, o segmento populacional de idade adulta (15-65 anos) tende a ser composto, no médio prazo, por uma proporção mais elevada de pessoas provenientes de famílias de renda mais elevada. Apesar disto, ficou claro que a queda da fecundidade já está atingindo os vários segmentos da população, podendo-se esperar, no médio prazo, uma redução mais significativa nas taxas de crescimento da população brasileira.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-06
Como Citar
Camarano, A. A., & Beltrão, K. (2014). Dinâmica demográfica por nível de renda. Revista Brasileira De Estudos De População, 12(1/2), 81-112. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/456
Seção
Artigos originais