Cem anos de movimentos populacionais: São Paulo em destaque

Maria Stella Ferreira Levy

Resumo


Por meio de uma série histórica de mais de um século de estatísticas vitais, o artigo pretende explicitar o impacto da imigração internacional da evolução da população do Estado de São Paulo e as mudanças demográficas decorrentes. Analisa os efeitos demográficos do fluxo migratório no crescimento populacional (nos componentes migratório e vegetativo);nas razões de sexo e na nupcialidade;na prolificidade, na natalidade e na fecundidade, aí incluídas a mortalidade materna e as doenças sexualmente transmissíveis. Além desses aspectos, estuda a migração e sua relação com os problemas de saúde pública, focalizando as endemias, o serviço de saúde e a mortalidade. Ao concluir, indica alguns problemas emergentes na atual conjuntura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Brasileira de Estudos de População, ISSN 0102-3098 (Impresso) e ISSN 1980-5519 (on-line) 

E-mail: editora@rebep.org.br e secretaria@rebep.org.br 

Financiadores:

 

        

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia