Modelando e projetando a mortalidade no Brasil

  • Moema G. Bueno Fígoli Cedeplar/UFMG

Resumo

Neste trabalho aplica-se um método de projeção de mortalidade desenvolvido por Lee e Carter à mortalidade de cada um dos sexos no Brasil. Esse método combina um modelo demográfico com um de séries temporais da seguinte forma: primeiramente, uma matriz de logaritmos das taxas centrais de mortalidade dos diversos períodos passados é ajustada por um modelo demográfico, de onde podemos obter dois vetores de constantes, especificados por idade, e um vetor de nível, variante no tempo; em seguida os índices de nível de mortalidade são modelados como uma série temporal e projetados; a partir deles as taxas centrais de mortalidade são então obtidas, pela substituição no modelo demográfico original.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-03
Como Citar
Fígoli, M. G. B. (2014). Modelando e projetando a mortalidade no Brasil. Revista Brasileira De Estudos De População, 15(1), 95-113. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/415
Seção
Artigos originais