As mulheres chefes de domicílios e a formação de famílias monoparentais: Brasil, século XIX

  • Dora Isabel Paiva da Costa Unesp

Resumo

O objetivo do artigo é examinar o fenômeno chefia feminina de domicílios. O autor introduz uma metodologia que aborda os arranjos domésticos à luz do ciclo de desenvolvimento da família e alguns dados comparativos com outras localidades. Observa-se que estas famílias vivenciaram estratégias específicas de sobrevivência quando houve mudanças na organização produtiva da sociedade e nas fases do ciclo de família. Tal especificidade contrastou os arranjos chefiados por homens e mulheres.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-10-21
Como Citar
Costa, D. I. P. da. (2013). As mulheres chefes de domicílios e a formação de famílias monoparentais: Brasil, século XIX. Revista Brasileira De Estudos De População, 17(1/2), 47-66. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/355
Seção
Artigos originais