As descontinuidades demográficas exercem efeitos sobre o mercado de trabalho metropolitano dos jovens?

  • Jerônimo Oliveira Muniz Cedeplar/UFMG

Resumo

Este artigo discute os possíveis efeitos de mudanças na estrutura etária sobre o mercado de trabalho dos jovens no Brasil. Utilizando a PME, foi montado um pseudopainel agrupando informações de seis regiões metropolitanas de 1982 a 2000. Através de modelos de regressão foi possível mensurar as elasticidades da ocupação e do desemprego diante do aumento relativo de jovens, levando em conta a influência de fatores atrelados à demanda agregada, a região e os períodos considerados. Os resultados obtidos demonstram que as taxas de desemprego e ocupação das mulheres e das pessoas mais jovens (15- 19 anos) são as mais sensíveis ao aumento populacional relativo. Além disso, foi possível comprovar que o aperfeiçoamento do mercado de trabalho agregado ainda constitui a melhor forma de se combater o aumento do desemprego.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-09-26
Como Citar
Muniz, J. O. (2013). As descontinuidades demográficas exercem efeitos sobre o mercado de trabalho metropolitano dos jovens?. Revista Brasileira De Estudos De População, 19(2), 65-98. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/313
Seção
Artigos originais