Questões emergentes na análise demográfica: o caso brasileiro

  • Eduardo Luiz Gonçalvez Rios-Neto UFMG
Palavras-chave: Fecundidade abaixo da reposição, Dividendo demográfico, Transferências intergeracionais, Educação, Seguridade social

Resumo

Este artigo levanta questões emergentes para a análise demográfica brasileira. O trabalho começa com uma análise dos três componentes da dinâmica demográfica, enfatizando a questão sobre o declínio da fecundidade e a possibilidade de a mesma atingir níveis abaixo da reposição. As tendências futuras de emigração internacional também são discutidas. Passando para as conseqüências demográficas desta dinâmica, o texto aborda, ainda, a demografia dos efeitos de composição, ressaltando as conseqüências demográficas do diferencial de fecundidade por educação materna e mostrando que a dinâmica de melhoria educacional das mães mais que compensa este diferencial. O dividendo demográfico é discutido tanto conceitualmente quanto empiricamente, ficando indicada uma agenda para estudos futuros. Finalmente, uma discussão mais conceitual sobre transferências intergeracionais tenta colocar o debate na perspectiva do gasto público brasileiro, enfatizando trabalhos relevantes que começam a ser desenvolvidos

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-09-13
Como Citar
Rios-Neto, E. L. G. (2013). Questões emergentes na análise demográfica: o caso brasileiro. Revista Brasileira De Estudos De População, 22(2), 371-408. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/250
Seção
Artigos originais