As migrações nas cidades médias de Minas Gerais e seus impactos no crescimento e na composição por sexo e idade da população no período 1980-2010

  • Rodrigo Coelho de Carvalho Cedeplar/UFMG
  • José Irineu Rangel Rigotti Cedeplar/UFMG
Palavras-chave: Cidades médias, Migrações, Crescimento populacional, Composição por sexo e idade, Minas Gerais

Resumo

O principal objetivo deste artigo é investigar as migrações nas cidades médias de Minas Gerais e os seus efeitos no crescimento e na composição por sexo e idade da população, no período 1980-2010. Para isso, foram utilizados os dados dos Censos Demográficos de 1980, 1991, 2000 e 2010 e os dados referentes ao quesito de migrante “data fixa” dos três últimos censos (desagregados por sexo e idade). Os resultados revelaram um quadro heterogêneo no que diz respeito aos impactos das migrações no volume e na composição das populações estudadas. Apesar de a maioria das cidades médias de Minas Gerais ter apresentado saldos migratórios positivos e relativamente altos em todos os períodos analisados, algumas exceções marcantes foram observadas na porção leste do Estado. Enquanto os efeitos das migrações na composição por sexo mostraram-se pouco significativos, os efeitos na estrutura etária foram substanciais, indicando uma forte tendência de os ganhos populacionais decorrentes da migração atuarem no sentido de reduzir o ritmo de envelhecimento populacional, em função da seletividade etária dos migrantes.

DOI http://dx.doi.org/10.1590/S0102-30982015000000014

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-09-17
Como Citar
Carvalho, R. C. de, & Rigotti, J. I. R. (2015). As migrações nas cidades médias de Minas Gerais e seus impactos no crescimento e na composição por sexo e idade da população no período 1980-2010. Revista Brasileira De Estudos De População, 32(2), 235-256. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/713
Seção
Artigos originais