Aumento do diferencial por sexo da mortalidade no estado de São Paulo

Luis Patricio Ortiz, Lucia Mayumi Yazaki

Resumo


Utilizam-se séries históricas de registro civil, disponíveis para São Paulo, para identificar os grupos de idades onde o aumento da sobremortalidade masculina tem sido mais acentuado e, nessas idades, analisa-se a evolução apresentada nestes últimos 40 anos pelas principais causas de morte, responsáveis pelo aumento desse diferencial por sexo da mortalidade. Os dados observados mostram que, à medida que diminui a mortalidade geral, vai se acentuando a sobremortalidade masculina, especialmente entre 15 e 39 anos de idade. Isto é produzido principalmente pela redução das mortes femininas por "Complicações da gravidez, Parto e Puerpério" e pelo incremento acelerado das mortes masculinas devido a "Acidentes", especialmente os "Acidentes de trânsito devido a veículos a motor" e os "Homicídios".

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Brasileira de Estudos de População, ISSN 0102-3098 (Impresso) e ISSN 1980-5519 (on-line) 

E-mail: editora@rebep.org.br e secretaria@rebep.org.br 

Financiadores:

 

        

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia