Sexualidade, casamento e reprodução

  • Sérgio Odilon Nadalin UFPR

Resumo

Tendo como ponto de partida a observação de famílias luteranas de origem alemã reconstituídas pelo método Fleury-Henry, foram evidenciadas frequências de concepções pré-nupciais e de nascimentos ocorridos antes do casamento. As análises realizadas consideram a divisão do grupo em três coortes, com início de observação definidos pelas datas (I) 1866-1894, (II) 1895-1919, e (III) 1920-1939. De um subgrupo para outro verificou-se uma diminuição das frequências de nascimentos oriundos de concepções pré-nupciais. À hipótese de uma diminuição das referidas frequências em função da queda da fecundidade de uma coorte para outra, preferiu-se salientar a explicação das mudanças dos referidos comportamentos considerando o processo de inserção do grupo na cidade que se urbaniza, o que envolve fenômenos de contatos culturais. Com isso, não se nega que parte das mudanças comportamentais também poderiam ser explicadas, pelo menos parcialmente, pela crescente adoção da anticoncepção.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-02-11
Como Citar
Nadalin, S. O. (2014). Sexualidade, casamento e reprodução. Revista Brasileira De Estudos De População, 5(2), 63-91. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/575
Seção
Artigos originais