As pesquisas sobre o aborto na América Latina e os estudos de mulher

  • Carmen Barroso USP

Resumo

A pesquisa sobre o aborto é importante para o movimento de mulheres na América Latina. As taxas de aborto ilegal parecem ser muito altas. Cuba é o único país em que o aborto é legal. As políticas sobre o aborto são estreitamente relacionadas às atitudes em relação à sexualidade e à mulher. A contracepção tem, além dos custos econômicos e os riscos à saúde, custos sociais e psicol6gicos; portanto a gravidez indesejada pode ser o resultado normal de comportamentos que seguem certa racionalidade. As conseqüências do aborto dependem da integração da mulher à sua rede social. A cena latino-americana apresenta duas diferenças principais em relação aos países industrializados: a pobreza generalizada e a influencia da Igreja Cató1ica. A pobreza afeta menos a motivação para o aborto que as condições para sua prática.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-17
Como Citar
Barroso, C. (2014). As pesquisas sobre o aborto na América Latina e os estudos de mulher. Revista Brasileira De Estudos De População, 6(1), 35-60. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/564
Seção
Artigos originais