A conferência do cairo sobre População e Desenvolvimento e o paradigma de Huntington

J. A. Lindgren Alves

Resumo


A Conferencia do Cairo sobre População e Desenvolvimento e o paradigma de Huntington. Ao estabelecer o choque das civilizações como novo paradigma das relações internacionais no mundo pós-Guerra Fria, Samuel Huntington desconsiderou uma outra possibilidade de conflito e alianças ideológicas entre Estados, que se esboçou na Conferência do Cairo de 1994 sobre População e Desenvolvimento, baseada nas divergências entre religião e secularismo. O artigo descreve a Conferência do Cairo, com sua abordagem inovadora para o tema da população, evidenciando que, se naquela ocasião foi evitada a divisão do mundo em dois novos megablocos antagônicos, a tensão entre as duas forças ideológicas perdura.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.



Revista Brasileira de Estudos de População, ISSN 0102-3098 (Impresso) e ISSN 1980-5519 (on-line) 

E-mail: editora@rebep.org.br e secretaria@rebep.org.br 

Financiadores:

 

        

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia