O envelhecimento da população brasileira: intensidade, feminização e dependência

  • Morvan de Mello Moreira Fundação Joaquim Nabuco e UFPE

Resumo

As mudanças na estrutura demográfica brasileira, derivadas da ampla queda da fecundidade, resultam em um processo de envelhecimento populacional que ocorre a uma velocidade que não tem correspondência na história da maioria dos países já envelhecidos e tem significativas implicações sociais. Em função dos diferenciais da mortalidade por sexo, o envelhecimento tende assumir maior dimensão entre as mulheres. Por outro lado, por um certo período de tempo a evolução da estrutura etária apresenta uma taxa de dependência demográfica declinante, definindo um espaço temporal para uma tomada de fôlego para enfrentar-se uma taxa de dependência que volta a crescer sem, entretanto, atingir os níveis anteriores, mas que se transforma de dependência jovem em dependência idosa.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-03
Como Citar
Moreira, M. de M. (2014). O envelhecimento da população brasileira: intensidade, feminização e dependência. Revista Brasileira De Estudos De População, 15(1), 79-94. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/414
Seção
Artigos originais