A produção científica sobre a esterilização feminina no Brasil nos anos 80 e no início dos 90: um debate em aberto

  • Luzinete Simões Minella UFSC

Resumo

O artigo objetiva analisar a produção científica sobre a esterilização feminina no Brasil desde os anos 80 até o início dos 90, identificando alguns dos seus principais enfoques: o demográfico, o de saúde coletiva e o sócio-antropológico. Sua metodologia baseou-se na interpretação de 45 publicações oriundas de distintas instituições de ensino e pesquisa do País (artigos em revistas, anais, relatórios, teses e dissertações de pós-graduação), tendo-se destacado suas especialidades e seus denominadores comuns. Com base neste procedimento, elaborou-se uma hipótese preliminar sobre as relações entre a massificação de esterilização e os contornos de uma nova subjetividade feminina, sob a inspiração das contribuições de Felix Guarrari e Suely Rolnik a respeito deste último tema.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2014-01-03
Como Citar
Minella, L. S. (2014). A produção científica sobre a esterilização feminina no Brasil nos anos 80 e no início dos 90: um debate em aberto. Revista Brasileira De Estudos De População, 15(1), 3-22. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/410
Seção
Artigos originais