Alternativas regionais e locais à emigração para o Brasil no final do século XIX: o exemplo do Concelho de Guimarães

  • Ana Silvia Volpi Scott UNIABC

Resumo

A partir do estudo de uma comunidade minhota, examina-se a questão da industrialização e da emigração em Portugal no último quartel do século XIX, procurando-se colocar em evidência que nem sempre os modelos gerais produzidos para privilegiar a perspectiva nacional são adequados para a análise da repercussão desses fenômenos ao nível local e regional. O estudo de uma comunidade do noroeste português foi o ponto de partida para questionar-se a situação particular de uma comunidade que, à primeira vista, marcharia na contracorrente nacional. Embora o país como um todo apresentasse taxas de emigração crescentes, a comunidade estudada apresentou tendência contrária. Entender como e por que isso ocorreu é o que pretende este artigo.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-10-14
Como Citar
Scott, A. S. V. (2013). Alternativas regionais e locais à emigração para o Brasil no final do século XIX: o exemplo do Concelho de Guimarães. Revista Brasileira De Estudos De População, 19(1), 95-111. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/332
Seção
Artigos originais