O impacto das causas violentas no perfil de mortalidade da população residente no Município de Campinas: 1980 a 2000

  • Tirza Aidar NEPO/Unicamp
Palavras-chave: Violência, Campinas (SP), Mortalidade

Resumo

Apontada como uma das mais dramáticas expressões da violência, a mortalidade por causas externas, em especial por homicídios nos grandes centros urbanos, tem sido responsável por significativas modificações no perfil da mortalidade da população brasileira. Este artigo estuda a evolução da mortalidade por causas violentas entre 1980 e 2000 no Município de Campinas (SP), considerando suas particularidades quanto aos subgrupos de causas externas, por sexo e grupos etários. Os resultados mostram que o crescimento das mortes por homicídios vem imprimindo transformações no perfil de mortalidade também para a população feminina e demais grupos etários, com ritmo bastante acentuado no final da década de 90.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-09-24
Como Citar
Aidar, T. (2013). O impacto das causas violentas no perfil de mortalidade da população residente no Município de Campinas: 1980 a 2000. Revista Brasileira De Estudos De População, 20(2), 281-302. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/297
Seção
Artigos originais