O IBGE e as pesquisas populacionais

  • Luiz Antonio Pinto de Oliveira IBGE
  • Celso Cardoso da Silva Simões IBGE
Palavras-chave: Censos, Registro civil, PNAD, População, Fecundidade, Mortalidade, Migração, Cidadania, Características socioeconômicas

Resumo

Focaliza-se o histórico dos censos demográficos, do registro civil e da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD), com ênfase nas principais questões investigadas por cada uma dessas pesquisas. Destaca-se o importante papel do Estado no desenvolvimento, principalmente, dos censos demográficos, o que explica seu desenvolvimento mais rápido, enquanto as estatísticas do registro civil ficaram dependentes, em sua fase inicial, das nem sempre estáveis relações entre o Estado e a Igreja. É mostrada a importância crescente dos censos demográficos como instrumento de análise das componentes demográficas, sendo o Censo de 1970 considerado um marco divisório, tanto no que diz respeito à organização, à riqueza de detalhes, como à confiabilidade dos números, destacando-se o papel da sociedade civil, da comunidade acadêmica e dos formuladores de políticas públicas nesse processo. Destaca-se também a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, realizada durante os períodos intercensitários, com múltiplos propósitos de investigação, incluindo, com periodicidade variável, características demográficas (migração, fecundidade, nupcialidade) e de saúde.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-09-13
Como Citar
Oliveira, L. A. P. de, & Simões, C. C. da S. (2013). O IBGE e as pesquisas populacionais. Revista Brasileira De Estudos De População, 22(2), 291-302. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/245
Seção
Artigos originais