Dimensões da urbanização dispersa e proposta metodológica para estudos comparativos: uma abordagem socioespacial em aglomerações urbanas brasileiras

  • Ricardo Ojima Nepo/Unicamp
Palavras-chave: Crescimento urbano, Planejamento urbano, Meio ambiente

Resumo

Este artigo procura abordar a urbanização brasileira sob uma perspectiva comparativa, a partir da construção de um Indicador de Dispersão Urbana, visando contribuir na análise dos desafios para uma urbanização sustentável. Trata-se da busca de evidências que confirmem as proposições teóricas de uma nova etapa do desenvolvimento da sociedade moderna (riscos socioambientais) e os desafios para análise da relação população-ambiente nos contextos urbanos. Para compor um indicador sintético de dispersão urbana para as aglomerações urbanas brasileiras, foram consideradas as seguintes dimensões sociais e espaciais: densidade, fragmentação, orientação e centralidade. Os resultados obtidos foram compatíveis com as evidências apontadas pela literatura internacional, expondo os novos desafios para planejamento urbano e ambiental.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-19
Como Citar
Ojima, R. (2013). Dimensões da urbanização dispersa e proposta metodológica para estudos comparativos: uma abordagem socioespacial em aglomerações urbanas brasileiras. Revista Brasileira De Estudos De População, 24(2), 277-300. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/190
Seção
Artigos originais