Estratégia para amostragem da população e da paisagem em pesquisas sobre uso e cobertura da terra

  • Álvaro de Oliveira D’Antona Nepo/Unicamp
  • Leah Karin VanWey Indiana University
Palavras-chave: Amazônia brasileira, Uso da terra, Unidade doméstica, Amostragem em estágios múltiplos

Resumo

Este artigo apresenta a estratégia usada em uma pesquisa realizada em Santarém – PA, em 2003, para amostrar lotes delimitados em mapas do Incra e as unidades domésticas ali existentes, de modo a capturar as mudanças populacionais e ambientais na escala das propriedades rurais e na da região. A amostra foi selecionada conforme a distribuição dos lotes ao longo de quatro eixos rodoviários relacionados a distintos processos de ocupação. Em cada um dos eixos foram selecionadas aleatoriamente 20 células com 9km2. Em cada uma delas, foram selecionados aleatoriamente os lotes que deveriam ser visitados. No campo, entrevistaram-se todas as unidades domésticas existentes em cada um dos lotes selecionados. Descreve-se a amostragem por segmentação sucessiva da área de estudo, destacando-se como os dados resultantes podem ser usados diferentemente nas escalas das unidades domésticas, dos lotes e da região, conforme as questões e variáveis de interesse.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-19
Como Citar
D’Antona, Álvaro de O., & VanWey, L. K. (2013). Estratégia para amostragem da população e da paisagem em pesquisas sobre uso e cobertura da terra. Revista Brasileira De Estudos De População, 24(2), 263-275. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/189
Seção
Artigos originais