Adiamento do ingresso no mercado de trabalho sob o enfoque demográfico: uma análise das regiões metropolitanas brasileiras

  • Maria Carolina Tomás University of California
  • Ana Maria Hermeto C. de Oliveira Cedeplar/UFMG
  • Eduardo Luiz G. Rios-Neto Cedeplar/UFMG
Palavras-chave: Juventude, Mercado de trabalho, Primeiro emprego

Resumo

O trabalho analisa o adiamento do ingresso no mercado de trabalho entre jovens, através de duas técnicas demográficas: o método singulate mean age; e tabelas de sobrevivência. A base de dados utilizada foi a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), considerando-se as seis regiões metropolitanas estudadas (São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Rio de Janeiro, Porto Alegre e Recife) conjuntamente. Os períodos analisados foram 1983 e 2001. Ao final, contatou-se um adiamento maior entre os homens, o que os aproxima do padrão de transição feminino, embora eles continuem entrando mais cedo no mercado de trabalho. Ademais, está ocorrendo uma alteração no padrão etário de inserção, já que houve diminuição no contingente de jovens entrando no mercado de trabalho até os 17 anos.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-13
Como Citar
Tomás, M. C., Oliveira, A. M. H. C. de, & Rios-Neto, E. L. G. (2013). Adiamento do ingresso no mercado de trabalho sob o enfoque demográfico: uma análise das regiões metropolitanas brasileiras. Revista Brasileira De Estudos De População, 25(1), 91-107. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/175
Seção
Artigos originais