Dinâmica Demográfica dos Kamaiurá, povo Tupi do Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-1999

  • Heloisa Pagliaro Unifesp/EPM
  • Carmen Junqueira Universidade Católica de São Paulo
  • Luciana Garrido dos Santos Mendaña Unifesp/EPM
  • Sofia Beatriz Mendonça Unifesp/EPM
  • Roberto Geraldo Baruzzi Unifesp/EPM
Palavras-chave: Kamaiurá, Demografia dos povos indígenas, Índios da América do Sul, Alto Xingu

Resumo

Este trabalho analisa a dinâmica demográfica dos Kamaiurá, povo do tronco lingüístico Tupi, que, juntamente com outros nove povos das línguas Aruak, Karib, Tupi e Trumai, habitam o Parque Indígena do Xingu (PIX), ao norte do Mato Grosso. As fontes de dados são as fichas médicas e os livros de registro de eventos vitais do arquivo do Programa de Saúde da Universidade Federal de São Paulo no PIX, alimentado regularmente desde 1965. As medidas demográficas estimadas são: composição por idade e sexo; taxas brutas de natalidade; taxas de fecundidade total; taxas de mortalidade geral e taxas de mortalidade específicas por idade e sexo; mortalidade proporcional por sexo e idade; e taxas de mortalidade infantil. O estudo mostra que os Kamaiurá estão vivenciando um processo de recuperação populacional, com crescimento de 3,1% ao ano, entre 1970 e 1999. Altos níveis de fecundidade contribuíram para a expansão das novas gerações Kamaiurá, garantindo a sobrevivência física do grupo. Níveis de mortalidade relativamente baixos e estáveis resultaram da melhoria das condições de saúde, o que propicia aumento da sobrevivência de crianças, jovens, adultos e idosos, assegurando maior longevidade à população e manutenção de sua organização social.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-08-13
Como Citar
Pagliaro, H., Junqueira, C., Mendaña, L. G. dos S., Mendonça, S. B., & Baruzzi, R. G. (2013). Dinâmica Demográfica dos Kamaiurá, povo Tupi do Parque Indígena do Xingu, Mato Grosso, Brasil, 1970-1999. Revista Brasileira De Estudos De População, 25(2), 377-388. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/166
Seção
Artigos originais