The elderly in Brazil: demographic transition, profile, and socioeconomic condition

Palavras-chave: Idosos, Pobreza, Transição demográfica

Resumo

Este artigo apresenta uma revisão sobre a população idosa no Brasil, abordando aspectos como a transição demográfica, o perfil do idoso brasileiro, suas condições socioeconômicas e algumas consequências e tendências relacionadas a esse segmento. Como a transição demográfica vem ocorrendo com um crescente e progressivo envelhecimento da população brasileira, é necessário conhecer o perfil dos idosos brasileiros, o qual é composto em sua maioria por mulheres brancas que vivem em áreas urbanas em casais sem filhos, em domicílios com média de escolaridade de 6,1 anos e renda inferior a um salário mínimo. Mostramos que a maioria dos idosos no Brasil recebe algum tipo de transferência de renda do governo, o que afeta positivamente a redução da pobreza no segmento. Por fim, discutimos algumas consequências e tendências naturais do envelhecimento da população brasileira. O governo precisará dedicar esforços para ajustar,
principalmente, os gastos com saúde e previdência social, que apresentarão alta demanda devido às mudanças demográficas do país.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Guilherme Fonseca Travassos, Universidade Federal de Viçosa

Guilherme Fonseca Travassos is Postdoctoral research, Department of Rural Economics, Federal University of Viçosa (UFV). Ph.D., Department of Rural Economics, Federal University of Viçosa (UFV).

Alexandre Bragança Coelho, UFV

Alexandre Bragança Coelho is Associate Professor, Department of Rural Economics, Federal University of Viçosa (UFV) and CNPq Research Productivity fellow. Ph.D.

Mary Paula Arends-Kuenning, University of Illinois at Urbana-Champaign

Mary Paula Arends-Kuenning is Associate Professor, Department of Agricultural and Consumer Economics, University of Illinois at Urbana-Champaign (UIUC); Ph.D., University of Michigan (UM).

Referências

ALVES, J. E. D. Transição da fecundidade e relações de gênero no Brasil. 1994. 152f. Tese (Doutorado) – Centro de Desenvolvimento e Planejamento Regional, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 1994.

ALVES, J. E. D. A polemica Malthus versus Condorcet reavaliada à luz da transição demográfica. Rio de Janeiro: Escola Nacional de Ciências Estatísticas, 2002. (Textos para Discussão, n. 4).

ALVES, J. E. D. A transição demográfica e a janela de oportunidade. São Paulo: Instituto Fernand Braudel de Economia Mundial, 2008.

BARBOT-COLDEVIN, J. Desigualdades baseadas en el gênero: la adulta mayor y su mayor vulnerabildad. In: ENCUENTROLATINOAMERICANO Y CARIBEÑO SOBRE LAS PERSONAS DE EDAD. Santiago. Anais [...]. Santiago: Celade, 2000. p. 257-270.

BARRETO, F. A. Crescimento econômico, pobreza e desigualdade: o que sabemos sobre eles? Fortaleza: UFC/CAEN Laboratório de Estudos da Pobreza, 2005. (Série Ensaios sobre a Pobreza).

BARROS, R.; CARVALHO, M.; FRANCO, S.; MENDONÇA, R. Uma análise das principais causas da queda recente na desigualdade de renda brasileira. Econômica, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, p. 117-147, 2006.

BARROS, R.; CARVALHO, M.; FRANCO, S.; MENDONÇA, R. Determinantes imediatos da queda da desigualdade brasileira. Rio de Janeiro: Ipea, 2007. (Texto para Discussão, n. 1253).

BELTRÃO, K. I.; CAMARANO, A. A.; KANSO, S. Dinâmica populacional brasileira na virada do século XX. Rio de Janeiro: Ipea, 2004. (Texto para Discussão, n. 1034).

BERQUÓ, E. M.; COLETA, O. de; CAVENAGHI, S. M. Arranjos familiares não-canônicos no Brasil. In: VII ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS. Anais […]. São Paulo: Abep, 1990.

BRANT, R. Desenvolvimento social, previdência e pobreza no Brasil. Conjuntura Social, v. 12, n. 2, p. 65-117, 2001.

BRITO, F. C. A transição demográfica no Brasil: as possibilidades e os desafios para a economia e a sociedade. Belo Horizonte: UFMG/Cedeplar, 2007. (Texto para Discussão, n. 318).

BRITO, F. C. Transição demográfica e desigualdades sociais no Brasil. Revista Brasileira de Estudos de População, São Paulo, v. 25, n. 1, p. 5-26, 2008.

BRITO, F. C.; CARVALHO, J. A. M. de; BAENINGER, R.; TURRA, C. M.; QUEIROZ, B. L. A transição demográfica e as políticas públicas no Brasil: crescimento demográfico, transição da estrutura etária e migrações internacionais. Cadernos NAE (Núcleo de Assuntos Estratégicos da Presidência da República). Belo Horizonte, n. 7, 2007.

CARVALHO, J. A. M.; PAIVA, P. T. A.; SAWYER, D. R. A recente queda da fecundidade no Brasil: evidências e interpretação. Belo Horizonte: Cedeplar/UFMG, 1981.

CARVALHO, J. A. M.; WONG, L. Demographic and socioeconomic implications of the rapid fertility decline in Brazil: a window of opportunity. In: MARTINE, G.; GUPTA, M.; CHEN, L. (ed.). Reproductive change in India and Brazil. Oxford: Oxford University Press, 1998. p. 208-239.

CARVALHO, J. A. M.; BRITO, F. A demografia brasileira e o declínio da fecundidade no Brasil: contribuições, equívocos e silêncios. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 22, n. 2, p. 351-369, 2005.

CASTIGLIONI, A. H. Inter-relações entre os processos de transição demográfica, de envelhecimento populacional e de transição epidemiológica no Brasil. In: CONGRESO DE LA ASOCIACIÓN LATINOAMERICANA DE POBLACIÓN, 5. Anais […]. Montevideo, Uruguay: Alap, 2012.

COSTA, A. A. B.; SALVATO, M. A. Análise contrafactual do programa de transferência de renda bolsa família para o período 2004-2006. In: SEMINÁRIO SOBRE A ECONOMIA MINEIRA, 13. Anais […]. Diamantina, MG: Cedeplar/UFMG, 2008.

COTLEAR, D.; TORNAROLLI, L. Poverty, the aging and the life cycle in LAC. In: WORKSHOP FOR THE REGIONAL STUDY ON DEMOGRAPHIC CHANGE AND SOCIAL POLICY IN LAC. Proceedings […]. Washington: World Bank, 2009.

CUNHA, J. M. P. da. Dinâmica demográfica e seus impactos na trajetória da população em idade escolar. In: CUNHA, J. M. P. da et al. Demografia e educação: incursões preliminares. Campinas: Nepo/Unicamp, 2000.

FARIA, V. E. Políticas de governo e regulação da fecundidade: consequências não antecipadas e efeitos perversos. Ciências sociais hoje. São Paulo: Anpocs, 1989. p. 62-103.

FERREIRA, F. H. G.; LEITE, P. G. Halving Brazil's poverty: 1983-2006. In: VON BRAUN, J.; HILL, R. V.; PANDYA-LORCH, R. (ed.). The poorest and the Hungry: assessments, analyses and actions. Washington, DC: IFPRI, 2009.

FRIAS, L. A. de M.; CARVALHO, J. A. M. de. Uma avaliação de fecundidade no Brasil, ao início do século. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 9, n. 2, p. 193-199, 1992.

FRIAS, L. A. de M.; OLIVEIRA, J. de C. Níveis, tendências e diferenciais de fecundidade no Brasil a partir da década de 30. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 8, n. 1, p. 72-111, 1991.

GIAMBIAGI, F.; MENDONÇA, J. L. O.; BELTRÃO, K. I.; ARDEO, V. L. Diagnóstico da previdência social no Brasil: o que foi feito e o que falta reformar? Rio de Janeiro: Ipea, 2004. (Texto para Discussão, n. 1050).

GONÇALVES, G. Q.; CARVALHO, J. A. M. de; WONG, L. R. R.; TURRA, C. M. A transição da fecundidade no Brasil ao longo do século XX – uma perspectiva regional. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 36, p. 1-34, 2019.

HURD, M. Research on the elderly: economic status, retirement, and consumption and saving. Journal of Economic Literature, v. 28, n. 2, p. 565-637, 1991.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Indicadores sociodemográficos e de saúde no Brasil. Rio de Janeiro, 2009.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeções da população: Brasil e Unidades da Federação. Rio de Janeiro, 2013.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro, 2014a.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios – PNAD. Síntese de indicadores 2013. Rio de Janeiro: IBGE, 2014b.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Síntese de indicadores sociais: uma análise das condições de vida da população brasileira. Rio de Janeiro, 2015.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da população. Rio de Janeiro, 2019a.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Microdados da POF 2017-2018 (Pesquisa de Orçamentos Familiares). Rio de Janeiro, 2019b.

HECKMAN, J. J. F.; CUNHA, L.; LOCHNER, D. V.; MASTERO, V. Interpreting the evidence on life cycle skill formation. Cambridge, MA: NBER, 2005. (NBER Working Paper, 11331).

JORGENSEN, O. H. Macroeconomic and policy implications of population aging in Brazil. World Bank, 2011. (Policy Research Working Paper, n. 5519).

LAM, D.; MARTELETO, L. Stages of the demographic transition from a child's perspective: family size, cohort size, and children's resources. Population and Development Review, v. 34, n. 2, p. 225-252, 2008.

LAURENTI, R.; JORGE, M. H. P. de M.; GOTLIEB, S. L. D. Perfil epidemiológico da morbi-mortalidade masculina. Ciência & Saúde Coletiva, v. 10, n. 1, p. 35-46, 2005.

LAVINAS, L.; VARSANO, R. Programas de garantia de renda mínima e ação coordenada de combate à pobreza. Brasília: Ipea, 1997. (Texto para Discussão, 534).

MACIEL, W. K. S. Metodologia para o cálculo do indicador “Investimento Público em Educação em relação ao PIB” de 2000 a 2010. Brasília: Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacional Anísio Teixeira, 2012.

MANTON, K. G.; GU, X.; LAMB; V. L. Change in chronic disability from 1982 to 2004/2005 as measured by long-term changes in function and health in the U.S. elderly population. Proceedings of the National Academy of Sciences of the United States of America, Washington, v. 103, n. 48, p. 18374-79, 2006.

MARINHO, E.; LINHARES, F.; CAMPELO, G. Os programas de transferência de renda do governo impactam a pobreza no Brasil? Revista Brasileira de Economia, v. 65, n. 3, p. 267-288, jul.-set. 2011.

MARTINE, G. Brazil's fertility decline, 1965-95: a fresh look at key factor. Population and Development Review, v. 22, n. 1, p. 47-75, 1996.

MEDICI, A. C.; BELTRAO, K. I. Transição demográfica no Brasil: uma agenda para pesquisa. Planejamento e Políticas Públicas, n. 12, p. 16, 1995.

MEDICI, A. C. How age influences the demand for health care in Latin America. In: COTLEAR, D. (ed). Population aging: is Latin America ready? Washington, DC: World Bank, 2011.

MENDES, A. da C. G.; SÁ, D. A. de; MIRANDA, G. M. D.; LYRA, T. M.; TAVARES, R. A. W. Assistência pública de saúde no contexto da transição demográfica brasileira: exigências atuais e futuras. Cadernos de Saúde Pública, v. 28, n. 5. p. 955-964, 2012.

MERRICK, T. W.; BERQUÓ, E. S. The determinants of Brazil's recent rapid decline in fertility. Washington: National Academy, 1983.

MONTEIRO, M. Transição demográfica e seus efeitos sobre a saúde da população. In: BARRADAS, R. et al. (ed.). Equidade e saúde: contribuições da epidemiologia. Rio de Janeiro: Abrasco, Editora Fiocruz, 1997. p. 189-204.

OTERO, V. B. Estudo da mortalidade por desnutrição em idosos na região Sudeste do Brasil, 1980-1997. Dissertação (Mestrado em Ciências na Área de Saúde Pública) – Escola Nacional de Saúde Pública, Fundação Osvaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2001.

ORTIZ, L. P.; YAZAKI, L. M. Aumento do diferencial por sexo da mortalidade no Estado de São Paulo. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 1, n. 1/2, p. 145-170, 1984.

POTTER, J. E. et al. Mapping the timing, pace, and scale of the fertility transition in Brazil. Population and Development Review, v. 36, n. 2, p. 283-307, 2010.

RIOS-NETO, E. L. G. Passado, presente e futuro da fecundidade: uma visão de idade, período e coorte. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 17, n. 1, p. 5-15, 2000.

QUEIROZ, B. L.; TURRA, C. M.; PEREZ, E. R. The opportunities we canoot forgo: economic consequences of population chances in Brazil. In: ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS, 15. Anais […]. Caxambu: Abep, 2006.

QUEIROZ, B. L.; TURRA, C. M. Window of opportunity: socioeconomic consequences of demographic changes in Brazil. Washington, DC: NTA, 2010.

ROCHA, S. Desigualdade regional e pobreza no Brasil: a evolução – 1981/95. Rio de Janeiro: Ipea, 1998. (Texto para Discussão, 567).

ROCHA, S. Impacto sobre a pobreza dos novos programas federais de transferência de renda. Revista de Economia Contemporânea, Rio de Janeiro, v. 9, n. 1, p. 153-185, jan./abr. 2005.

ROCHA, R.; CAETANO, M. O sistema previdenciário brasileiro: uma avaliação de desempenho comparada. Rio de Janeiro: Ipea, 2008. (Texto para Discussão, n. 1331).

SAAD, P. M. Demographic trends in Latin America and the Caribbean. In: COTLEAR, D. (ed.). Population aging: is Latin America ready? Washington, DC: World Bank, 2011. p. 43-78.

SALDIVA, P. H. N.; VERAS, M. Gastos públicos com saúde: breve histórico, situação atual e perspectivas futuras. Estudos Avançados, v. 32, n. 92, p. 47-61, 2018.

SEADE – Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados. Estatísticas do registro de civil: mais de um século de informações para o Estado de São Paulo. São Paulo, 2017.

SILVA, M. O. da S. O debate sobre a pobreza: questões teórico-conceituais. Revista de Políticas Públicas, v. 6, n. 2, p. 65-102, 2002.

SILVA, M. O. da S. A política pública de transferência de renda enquanto estratégia de enfrentamento à pobreza no Brasil. Revista de Políticas Públicas, v. 7, n. 2, p. 233-253, 2003.

SILVA, M. O. da S. Os programas de transferência de renda na política social brasileira: seu desenvolvimento, possibilidades e limites. Revista de Políticas Públicas, v. 8, n. 2, p. 113-133, 2004.

SILVA, M. O. da S. Os programas de transferência de renda e a pobreza no Brasil: superação ou regulação? Revista de Políticas Públicas, v. 9, n. 1, p. 251-278, 2005.

SCHMERTMANN, C. P. et al. Bayes plus Brass: estimating total fertility for many small areas from sparse census data. Population Studies, v. 67, n. 3, p. 255-273, 2013.

TAFNER, P. Simulando o desempenho do sistema previdenciário e seus efeitos sobre pobreza sob mudanças nas regras de pensão e aposentadoria. Rio de Janeiro: Ipea, 2007.

TAFNER, P.; BOTELHO, C.; ERBISTI, R. Debates sobre previdência: as convergências. In: TAFNER, P.; BOTELHO, C.; ERBISTI, R. (org.). Reforma da previdência: a visita da velha senhora. Brasília: Gestão Pública, 2015.

TORRES, M. M.; SÁ, M. A. A. S. Inclusão social de idosos: um longo caminho a percorrer. Revista Ciências Humanas, v. 1, n. 2, 2008.

TURRA, C. M.; MARRI, I. G.; WAJNMAN, S. Os argumentos de proteção social e equidade individual no debate sobre previdência e gênero no Brasil. Mudança populacional: aspectos relevantes para a previdência. Brasília, DF: Ministério da Previdência Social, 2008. p. 55-69. (Coleção Previdência Social, v. 27).

TURRA, C. M.; HOLZ, M. Who benefits from public transfers? Incidence across income groups and across generations. In: WORKSHOP FOR THE REGIONAL STUDY ON DEMOGRAPHIC CHANGE AND SOCIAL POLICY IN LAC. Proceedings […]. Washington: World Bank, 2009.

TURRA, C. M.; QUEIROZ, B. L. Transferências intergeracionais: uma análise internacional. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 22, n. 1, p. 191-194, 2005.

TURRA, C. M.; ROCHA, R. Public transfers among dependent age groups in Brazil. In: WORKSHOP ON AGING IN BRAZIL. Proceedins […]. Brasília: World Bank, 2010.

VASCONCELOS, A. M. N.; GOMES, M. M. F. Transição demográfica: a experiência brasileira. Epidemiologia e Serviços de Saúde, Brasília, v. 21, n. 4, p. 539-548, 2012.

VALLIN, J. Mortalidade, sexo e gênero. Séries Demográficas, v. 2, p. 15-54, 2004.

WORLD BANK. From red to gray: “the third transition” of aging populations in eastern Europe and the former Soviet Union. Washington, DC: World Bank, 2007.

WORLD BANK. Envelhecendo em um Brasil mais velho. Washington, DC: World Bank, 2011.

WORLD BANK. Live long and prosper: aging in east Asia and Pacific. World Bank East Asia and Pacific Regional Report. Washington, DC: World Bank, 2016.

WORLD BANK. Database. 2019. Available at: http://www.worldbank.org. Accessed: September 20, 2019.

WONG, L. L. R.; CARVALHO, J. A. O rápido processo de envelhecimento populacional do Brasil: sérios desafios para as políticas públicas. Revista Brasileira de Estudos de População, São Paulo, v. 23, n. 1, p. 5-26, jan./jun. 2006.

ZUANAZZI, P. T.; STAMPE, M. Z. A transição demográfica no RS e seus impactos econômicos. In: PICHLER, W. A. et al. (org.). Panorama socioeconômico e perspectivas para a economia gaúcha. Porto Alegre: FEE, 2014, p. 341-362.

Publicado
2020-10-28
Como Citar
Fonseca Travassos, G., Bragança Coelho, A., & Arends-Kuenning, M. P. (2020). The elderly in Brazil: demographic transition, profile, and socioeconomic condition. Revista Brasileira De Estudos De População, 37, 1-27. https://doi.org/10.20947/S0102-3098a0129
Seção
Artigos de revisão