Envelhecimento populacional e financiamento público: análise do Rio Grande do Sul utilizando um modelo multissetorial

Palavras-chave: envelhecimento populacional, perfil do consumo, modelo multissetorial, impostos

Resumo

Os efeitos econômicos do envelhecimento populacional é um tema ainda pouco estudado em países em desenvolvimento. No contexto brasileiro, o Rio Grande do Sul é um dos estados com maiores taxas de envelhecimento populacional. Esta mudança demográfica altera o perfil do consumo da economia, influenciando outras variáveis relacionadas. O objetivo deste trabalho é analisar os impactos das mudanças demográficas na arrecadação de impostos sobre consumo no Rio Grande do Sul. Para isso, é utilizado um modelo de insumo-produto regional. Os resultados mostram que o envelhecimento populacional gera um perfil de consumo que reduz a carga destes impostos na economia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adelar Fochezatto, PUCRS

Adelar Fochezatto é doutor em Economia. Professor titular da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS). Pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Guilherme Correa Petry, Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul - SEFAZ/RS

Guilherme Correa Petry é doutorando no Programa de Pós-Graduação em Economia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGE/PUCRS). Auditor-fiscal da Receita Estadual (Sefaz/RS).

Jacó Braatz, Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul - SEFAZ/RS

Jacó Braatz é doutor em Economia do Desenvolvimento pelo Programa de Pós-Graduação em Economia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PPGE/PUCRS). Auditor-fiscal da Receita Estadual (Sefaz/RS).

Paolo Mazzoncini Martinez, Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul - SEFAZ/RS

Paolo Mazzoncini Martinez é graduado em Gestão Estratégica das Organizações. Auditor-fiscal da Receita Estadual (Sefaz/RS).

Mariana Mariano da Rocha, Secretaria da Fazenda do Rio Grande do Sul - Sefaz/RS

Mariana Ceia Ramos Mariano da Rocha é graduanda em Economia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Estagiária da Receita Estadual (Sefaz/RS).

Referências

AIGNER-WALDER, B. Effects of the demographic changes on private consumption: an almost ideal demand system analysis for Austria. Journal of Economic and Social Studies, v. 5, n. 1, p. 33-57, 2015.

ALBUQUERQUE, P. C.; LOPES, J. C. Economic impacts of ageing: an inter-industry approach. International Journal of Social Economics, v. 37, n. 12, p. 970-986, 2010.

ALMEIDA, A. N. Determinantes do consumo de famílias com idosos e sem idosos com base na Pesquisa de Orçamentos Familiares 1995/96. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2002.

BONATTO, T. V. Impacto do envelhecimento da população sobre os gastos públicos do Estado do Rio Grande do Sul. Trabalho de Conclusão do Curso (Extensão em Economia e Gestão Pública Contemporâneas) – Centro de Estudos e Pesquisas em Administração, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014.

CARNEIRO, L. A. F.; CAMPINO, A. C. C.; LEITE, F.; RODRIGUES, C. G.; SANTOS, G. M. M.; SILVA, A. R. A. Envelhecimento populacional e os desafios para o sistema de saúde brasileiro. São Paulo: Instituto de Estudos de Saúde Suplementar, 2013. Disponível em: http://www.iess.org.br/envelhecimentopop2013.pdf. Acesso em: 24 maio 2019.

DENTON, F.; SPENCER, B. Population aging and its economic costs: a survey of the issues and evidence. Hamilton: Research Institute for Quantitative Studies in Economics and Population, McMaster University, 1999. (QSEP Research Report, n. 340).

DEWHURST, J. H. L. Estimating the effect of projected household composition change on production in Scotland. Dundee: Department of Economic Studies, University of Dundee, 2006. (Working Paper, n. 186).

FOCHEZATTO, A. Estrutura da demanda final e distribuição de renda no Brasil: uma abordagem multissetorial utilizando uma matriz de contabilidade social. Economia, v. 12, p. 111-130, 2011.

FOCHEZATTO, A.; SILVA, C. E. L. Impactos da alteração de perfil do consumo das famílias sobre o emprego por ocupação e nível de qualificação: aplicação de um modelo multissetorial para o Brasil. Economia Aplicada, v. 19, n. 1, p.109-129, 2015.

FEE – Fundação de Economia e Estatística. Projeções populacionais para o Estado do Rio Grande do Sul: 2015-2050. Porto Alegre, 2012. Disponível em: https://arquivofee.rs.gov.br/indicadores/populacao/projecoes-populacionais/projecoes-populacionais-antigas/. Acesso em: 10 abr. 2020.

IBGE Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Pesquisa de Orçamentos Familiares 2008/2009. Rio de Janeiro, 2010. Disponível em: www.ibge.gov.br. Acesso em: 10 abr. 2020.

KLUGE, F.; ZAGHENI, E.; LOICHINGER, E.; VOGT, T. The advantages of demographic change after the wave: fewer and older, but healthier, greener, and more productive? PloS One, v. 9, n. 9, 2014.

LEE, R.; MASON, A. O envelhecimento da população e a economia geracional: principais resultados. Santiago do Chile: Cepal, 2010a. (Coleção Documentos de Projetos).

LEE, R.; MASON, A. Some macroeconomic aspects of global population aging. Demography, v. 47, p. 151-172, 2010b.

LEONTIEF, W. The structure of the American economy, 1919-1929. Cambridge: Harvard University Press, 1941.

MILLER, R. E.; BLAIR, P. D. Input-output analysis: fundations and extensions. New York: Cambridge University Press, 2009.

MILLER, T.; CASTANHEIRA, H. C. The fiscal impact of population aging in Brazil: 2005- 2050. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 30, supl., p. S5-S23, 2013.

MOREIRA, M. M.; CARVALHO, J. A. M. Envelhecimento da população e aposentadoria por idade. In: VIII ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS POPULACIONAIS. Anais [...]. Brasília: Abep, 1992.

PAULIN, G.; DULY, A. Planning ahead: consumer expenditure patterns in retirement. Monthly Labor Review, p. 38-58, July 2002.

QUEIROZ, B. L.; FIGOLI, M. G. B. Population aging and the rising costs of public pension in Brazil. Belo Horizonte: Cedeplar/UFMG, 2011. (Texto para Discussão, n. 438).

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria do Planejamento, Gestão e Participação Cidadã; FEE – Fundação de Economia e Estatística. Matriz de insumo-produto para o Rio Grande do Sul. Porto Alegre, 2014. Disponível em: https://arquivofee.rs.gov.br/wp-content/uploads/2014/11/20141120miprs.pdf. Acesso em: 01 ago. 2020.

ROMERO, M. S. The role of demography on per capita output growth and saving rates. Rostock, Germany: Max Planck Institute for Demographic Research, 2011. (MPIDR Working Papers WP-2011-015).

SANTIAGO. F. S. Projeções dos impactos econômicos decorrentes das mudanças demográficas no Brasil para o período de 2010 a 2050. Tese (Doutorado em Economia) – Cedeplar/UFMG, Belo Horizonte, 2014.

SANTIAGO, F. S.; DOMINGUES, E. P.; ANDRADE, M. V. Transição demográfica e demanda por bens e serviços por grupo etário no Brasil. In: XLI ENCONTRO DA NACIONAL DE ECONOMIA. Anais [...]. Foz do Iguaçu/PR: Anpec, 2013.

SIMÕES, C. C. S. Relações entre as alterações históricas na dinâmica demográfica brasileira e os impactos decorrentes do processo de envelhecimento da população. Rio de Janeiro: IBGE, Coordenação de População e Indicadores Sociais, 2016. Disponível em: http://biblioteca.ibge.gov.br/biblioteca-catalogo?id=298579&view=detalhes. Acesso em: 20 jul. 2020.

WAKABAYASHI, M.; HEWINGS. G. J. D. Life-cycle changes in consumption behavior: age-specific and regional variations. Journal of Regional Science, v. 47, n. 2, p. 315-337, 2007.

WONG, L. R.; CARVALHO, J. A. O rápido processo de envelhecimento populacional do Brasil: sérios desafios para as políticas públicas. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 23, n. 1, p. 5-26, jan./jun. 2006.

YOON, S.; HEWINGS, G. J. D. Impacts of demographic changes in the Chicago region. Urbana, IL: Regional Economics Applications Laboratory, University of Illinois at Urbana-Champaign, 2006. (REAL Discussion Paper 06-T-7).

ZANON, R. R.; MORETTO, A. C.; RODRIGUES, R. L. Envelhecimento populacional e mudanças no padrão de consumo e na estrutura produtiva brasileira. Revista Brasileira de Estudos de População, v. 30, supl., p. S45-S67, 2013.

Publicado
2020-10-28
Como Citar
Fochezatto, A., Correa Petry, G., Braatz, J., Martinez, P. M., & da Rocha, M. M. (2020). Envelhecimento populacional e financiamento público: análise do Rio Grande do Sul utilizando um modelo multissetorial. Revista Brasileira De Estudos De População, 37, 1-24. https://doi.org/10.20947/S0102-3098a0128
Seção
Artigos originais