[1]
A. B. Pereira Sette e A. Bragança Coelho, “Padrão de consumo de arranjos domiciliares brasileiros em 2008/2009”, Rev. bras. estud. popul., vol. 37, p. 1-36, maio 2020.