Martine, G. (2014). Ciência, cultura e a estagnação da agenda ambiental. Revista Brasileira De Estudos De População, 31(1), 231-238. Recuperado de https://rebep.org.br/revista/article/view/652